Livro-te: Duff de Kody Keplinger (Opinião livro e filme)


    A minha mais recente leitura foi o livro "Duff - A Amiga Feia e Gorda" da autora Kody Keplinger, um livro que eu já tinha curiosidade há bastante tempo e uma expectativa muito alta. Uma história do género young-adult e romance.


Título: Duff
Autor(a): Kody Keplinger
Nº de Páginas: 320
Lançamento: 02/2016
Editora: Editorial Presença
Sinopse:
    Apesar de não ser a rapariga mais gira do Secundário, Bianca Piper é espirituosa, inteligente e tem um grupo de verdadeiras amigas com o qual se diverte e sonha com rapazes. Bianca nunca pensaria em envolver-se com Wesley, o rapaz mais popular da escola, muito menos depois de este lhe dizer que ela é a Amiga Feia e Gorda que serve apenas para realçar a beleza das outras.
    No entanto, a sua vida familiar desmorona-se, o que a atira para uma espiral de tristeza e insegurança. Nisto, dá por si a beijar Wesley. Os dois veem-se enredados numa relação de amor-ódio que tinha tudo para correr mal, mas que inesperadamente pode dar frutos…
______________

    Sinceramente como disse anteriormente, tinha expectativas demasiado altas em relação a este livro e o livro não correspondeu às mesmas, eu esperava muito mais, mas não desgostei. 
    Esperava que a história de Bianca fosse mais dramática, mais intensa e que a personagem dela fosse mais rica, mais complexa. 
    Em contrapartida devo dizer que gostei dos restantes personagens, adorei Wesley, que para mim foi um personagem muito mais complexo, dinâmico e interessante, o rapaz convencido que acha que todas as raparigas lhe caem aos pés, mas também aquele rapaz solitário, prestável e que se importa! 
Gostei mais dele do que a protagonista.
    Gostei muito do romance entre eles, mas soube-me a pouco, queria muito mais.
    Os dramas familiares tanto de Bianca como de Wesley foram as partes que mais gostei deste livro, porque eram estes que davam profundidade a ambos os personagens.
    É uma história adolescente, cheio dos típicos clichés da passagem por essa fase, as paixonetas, as inseguranças com a nossa imagem, as amizades, o modo como os outros nos vêem e como nós mesmos nos vemos, o nosso papel na sociedade e como conseguimos lidar com os problemas.
    Se não tivesse nenhuma expectativa, talvez fosse gostar mais do livro, apesar de ser uma leitura rápida e leve, para mim foi demasiado leve, ficou muito à superfície. 
    Mas decidi ver também o filme e devo dizer que depois de assistir ao filme passei a gostar muito mais do livro, eu sou fã de adaptações, mas quando elas são bem feitas e fazem justiça (ou superam) a obra literária, não foi o caso.   
    


The Duff (2015)

    Vou começar por dizer que o filme não tem NADA a ver com o livro, serviu-se apenas da ideia principal do que é ser uma Duff, porque de resto não tem mesmo nada a ver.
    O filme é pegou em tudo o que é superficial no livro e exagerou ainda mais tornando esta história numa comédia parva e bem superficial.
    No livro o divórcio dos pais de Bianca, ela fica a viver com o pai que tem uma recaída no alcoolismo, é um dos dramas familiares e no filme a mãe é que fica "depressiva" e é tudo tratado com demasiada leviandade, quase uma caricatura da situação. 
    No filme Bianca e Wesley são vizinhos, conhecem-se desde a infância e até já foram bem próximos, no livro eles são de mundos bem diferentes, vivendo Wesley numa mansão num bairro chique e eles nem se conhecem. 
    As duas melhores amigas dela são bem menos fúteis e mais inteligentes do que são representadas no filme.
    No livro não existe uma rapariga popular, arrogante e víbora como a Madison do filme. 
    Toby no livro não é aquele idiota, oco e sem conteúdo que foi apresentado no filme, no livro ele é inteligente e um pouco nerd, tendo futuro na política. 
    O envolvimento entre Bianca e Wesley no livro não tem nada a ver com o filme, assim como Bianca é bem mais séria e intensa no livro do que aquela tontinha do filme. 
    Resumindo, a adaptação em si é péssima, o filme não é extraordinário, mas também não é completamente mau, apenas não tem nada a ver com o livro e graças a ele, passei a gostar bem mais do livro. 


Boas leituras e bons serões! =)

Share:

3 comentários

  1. Olha eu não conhecia nem o livro nem filme mas apesar de não te teres envolvido com a personagem principal, fiquei tentada!
    THE PINK ELEPHANT SHOE // GANHA UM MEGA CABAZ DE VERÃO

    ResponderEliminar
  2. Eu só depois de ver o filme é que descobri que era uma adaptação :p

    Beijinhos

    http://aperfeicaoeummito.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Olá,
    Quando li o livro não tinha nenhuma expectativa a não ser que era um livro leve e que se lia rapidamente, pelo menos foi o que me disseram.
    Também achei que os dramas familiares das personagem é que enriqueceram o livro.
    Já quando ao filme nunca o vi. Quem sabe se o vejo para as férias?
    ;)

    ResponderEliminar

Querido/a dê-me a sua opinião, ela é importante.